1.9.11

(sem título) (2011)


Só resta  o silêncio, sim.
Oiço e já não oiço nada.